Guide

Atividades de acompanhamento para crianças: veja quais competências é possível desenvolver

Renata Armenio
09 de dezembro, 2021
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
quais as atividades mais adequadas
Renata Armenio
09 de dezembro, 2021
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

GUIA DE CONTEÚDO

Experiências e vivências realizadas no contraturno escolar enriquecem a formação de vida das crianças e turbinam o currículo para a adolescência e a vida adulta.

Que a educação e a prática de atividades esportivas são fundamentais para o desenvolvimento de qualquer criança você já sabe. O que talvez você ainda não tenha pensado é sobre a importância das atividades de acompanhamento para crianças. Elas podem representar um diferencial significativo na formação dos pequenos, com lições que serão levadas para toda a vida.

Porém, quais são as atividades de acompanhamento que mais trazem benefícios para as crianças? Não há uma resposta exata para essa pergunta, mas atividades fora do padrão do ensino convencional e que proporcionem experiências diferenciadas estão entre as alternativas mais interessantes para complementar a formação do seu filho.

Vamos entender um pouco mais sobre como as atividades de acompanhamento para crianças podem desenvolver diversas competências?

contraturno escolar
Atividades de acompanhamento

Atividades de acompanhamento para crianças: o que são e como funcionam?

As atividades de acompanhamento para crianças são aquelas realizadas fora do currículo escolar, ou seja, que vão além do que é ensinado em sala de aula. Essas atividades extracurriculares incluem atividades físicas e intelectuais, além de aprendizado de artes e de idiomas.

A proposta é dar oportunidade para que as crianças vivenciem experiências no contraturno escolar que normalmente não estariam disponíveis nas escolas. Dinâmicas em grupo, experiências recreativas e aprendizados capazes de desenvolver o intelecto e as aptidões sociais dos pequenos estão entre as práticas possíveis – e extremamente proveitosas para todas as idades.

A lista de benefícios é extensa:

  • Quando a criança é estimulada a pensar fora das metodologias convencionais, desenvolve o pensamento crítico com mais facilidade;
  • Quando o espaço destinado às atividades é adequado – o que nem sempre está disponível nas escolas – melhores são os resultados das práticas;
  • Diversas atividades são desenvolvidas com mais qualidade quando ministradas por profissionais especializados em determinados segmentos;
  • Ao socializar com crianças fora do círculo habitual de amizades da escola, a criança amplia seus horizontes.

Atividades físicas: combinando saúde e qualidade de vida

Entre as atividades de acompanhamento mais procuradas pelas crianças, as atividades físicas se destacam. Práticas como skate, yoga, patinação, judô, jiu-jitsu, futsal e ballet são apenas algumas das possibilidades. Cada uma delas têm os seus benefícios exclusivos, mas a prática esportiva como um todo é benéfica para crianças de todas as idades.

Crianças que praticam esportes mantém o peso corporal saudável, têm um sono de melhor qualidade e se alimentam melhor. Além disso, as atividades físicas desenvolvem a coordenação motora, melhoram a postura e estimulam a concentração e a adoção de bons hábitos. Isso sem falar nas oportunidades de socialização que os esportes oferecem, especialmente nas práticas no qual o coletivo se sobressai sobre o individual.

Atividades intelectuais: formação complementar para a vida

Desenvolver o raciocínio lógico e estimular o controle emocional estão entre os benefícios que as atividades complementares são capazes de proporcionar. Quando a criança tem a oportunidade de realizar atividades como essas, os benefícios não são percebidos apenas na escola, mas também no dia a dia.

Trata-se de uma formação complementar que o seu filho poderá levar para a vida toda, contribuindo inclusive para uma futura profissão ou para o desenvolvimento de uma carreira. As atividades intelectuais que combinam diversão e aprendizado vão desde o reforço escolar e o clube da leitura, passando por lições de empreendedorismo, até atividades práticas e recreativas como robótica, programação e xadrez.

Artes: despertando o artista dentro de cada criança

A arte é uma forma de expressão que requer sensibilidade. Não se trata de seguir regras rígidas ou de obter as melhores notas, mas sim de uma forma autêntica de demonstrar ao mundo o pensamento das mais variadas maneiras. A inspiração surge nos menores detalhes, mas quando há estímulo e ambiente adequados para o desenvolvimento ela aflora e os resultados podem ser surpreendentes.

As possibilidades de atividades aqui incluem as artes propriamente ditas, como pintura e escultura, além de música, musicalização em grupo e até mesmo culinária. Não há receitas pré-definidas para estimular a criatividade, pois o desenvolvimento é algo individual. Contudo, quando há acompanhamento feito por profissionais habituados a despertar o que há de melhor em cada criança o talento se sobressai.

Idiomas: seu filho abrindo as portas para o mundo

Falar um segundo idioma é fundamental para ter sucesso no mercado de trabalho e nada melhor do que começar desde cedo. As crianças têm mais facilidade do que os adultos para fixar uma segunda língua e esse conhecimento pode fazer muita diferença em qualquer profissão.

A primeira opção, é claro, é o inglês, considerado uma língua “universal” para viagens, negócios e estudos. Porém, como o idioma já é ensinado nas escolas, talvez você queira que o seu filho tenha o conhecimento de uma terceira língua. Nesse caso o alemão, idioma de uma das nações mais desenvolvidas da Europa, pode ser uma ótima alternativa.

ensino complementar
Ensino complementar

Quais competências é possível desenvolver com atividades complementares?

Como já mencionamos, as atividades complementares visam fornecer à criança experiências e vivências diferentes daquelas proporcionadas pelo currículo escolar tradicional. Trata-se, portanto, de uma oportunidade de descobrir novas paixões e de aproveitar melhor o tempo combinando momentos de lazer e aprendizado.

Porém, não é só isso. As atividades complementares desenvolvem nas crianças uma série de competências que podem ajudá-la não apenas na escola, mas também no relacionamento com os amigos e com os pais e na formação do caráter. Veja algumas das competências desenvolvidas a partir de atividades extracurriculares.

Melhorias na sociabilidade

Fora do ambiente de sala de aula, as crianças têm novas oportunidades de estabelecer laços com outros colegas. A socialização com professores, tutores e colegas com interesses comuns em determinadas atividades faz com que os pequenos possam atingir outros níveis de socialização, compreendendo melhor os papeis desempenhados em cada contexto.

Organização e gestão do tempo

Com mais atividades na rotina, as crianças passam a ter uma percepção melhor da importância de se organizar e ter momentos específicos para cada atividade. Assim, aquelas que desenvolvem atividades complementares costumam ser mais pontuais e têm melhores condições de definir prioridades na hora de estudar ou mesmo de brincar com os amigos.

Desenvolve novas formas de aprendizado

O aprendizado em sala de aula, seguindo o currículo letivo, é essencial. Porém, essa não é a única forma de aprendizado. Atividades práticas, experiências e debates fora do ambiente escolar também são maneira de adquirir conhecimento e é fundamental que a criança descubra todas essas possibilidades desde cedo. Seja no estímulo à leitura ou em uma oficina de robótica, há muitas formas de despertar o interesse por um tema.

Estimula a criatividade

Umas das formas de estimular a criatividade é pensando “fora da caixa”. Em outras palavras, quando as crianças se limitam a fazer apenas as mesmas atividades do cotidiano elas perdem a oportunidade de tentar algo novo e diferente. As atividades complementares são um momento perfeito para explorar novas possibilidades em qualquer uma das áreas do conhecimento.

competências das atividades
Competências das atividades

Regras e disciplina

Crianças indisciplinadas ou que não gostam de seguir regras tendem a se desenvolver mais quando têm atividades extracurriculares na rotina. Isso se deve ao fato de que muitas vezes a escola não é o estímulo suficiente para a criança, fazendo com que ela demonstre um desinteresse geral e se “rebele” contra essa forma de ensino. As atividades complementares apresentam novos horizontes nesse sentido.

Saúde física e mental

Não é nenhum segredo que a prática de atividades físicas é benéfica para a saúde. No caso específico das crianças os benefícios são ainda maiores, pois trata-se de um aspecto importante no desenvolvimento do organismo. Há melhorias nos aspectos cardiovascular e respiratório, na manutenção de um peso saudável e, ainda, na alimentação. Em se tratando de saúde mental, a prática esportiva libera endorfinas, substâncias que proporcionam sensação de bem-estar.

Formação de talentos

É muito comum vermos adultos que se descobrem em uma profissão ou um esporte e acabam lamentando por não terem encontrado essa vocação ainda quando eram crianças. Quando os talentos são descobertos em estágio inicial, aumentam as chances de que eles sejam desenvolvidos a tempo de até mesmo se tornarem uma profissão. Atletas olímpicos começam a treinar cedo. Quem sabe seu filho não pode ser um campeão?

Desenvolvimento cognitivo e motor

A prática de atividades extraclasse também proporciona um melhor desenvolvimento cognitivo e motor. É importante que a criança tenha a oportunidade de vivenciar outras experiências que não teria se estivesse apenas em sala de aula. O resultado é um ser humano mais bem preparado para enfrentar os desafios que a vida impõe, e com uma bagagem maior e que certamente será bastante útil ao longo do desenvolvimento.

Existem certas competências que a criança desenvolve com mais facilidade, de acordo com a idade. O infográfico abaixo apresenta as 4 fases do desenvolvimento infantil definidas por Jean Piaget, onde você pode conferir alguns detalhes interessantes sobre cada etapa do crescimento do seu filho:

os 4 pilares do desenvolvimento infantil
Os 4 pilares do desenvolvimento infantil

Quer adicionar este infográfico ao seu site? Copie e cole o código abaixo no site:

Qual é a atividade complementar mais adequada para o meu filho?

Como você pôde perceber, existem inúmeras opções de atividades complementares, para todos os gostos e para crianças de todas as idades. A escolha não precisa necessariamente ir ao encontro das aptidões das crianças, pois muitas vezes nem elas e nem os pais sabem que certos talentos e competências precisam ser desenvolvidos.

É muito comum que crianças que não demonstram interesse por atividades físicas, por exemplo, se descubram quando estão diante de esportes que não estão disponíveis nas escolas. O mesmo pensamento se aplica às atividades intelectuais e às artes. Em diversos casos, nem mesmo os pais são uma referência para a criança nesse sentido.

É justamente por essa razão que a experimentação é tão importante nesta idade. Quando as crianças têm acesso a opções que nem sequer imaginam ser possíveis, elas se desenvolvem de maneiras que vão além do esperado. Claro, para isso é fundamental que elas sejam acompanhadas por profissionais qualificados, com completo domínio nas suas atividades.

quais as atividades mais adequadas
Quais as atividades mais adequadas

Um mundo para ser descoberto

A Haus Kids oferece dezenas de opções em atividades complementares para crianças de todas as idades. As atividades são realizadas nos períodos da manhã e da tarde e podem ser facilmente adaptadas ao contraturno escolar. Por exemplo, se o seu filho estuda no período da manhã pode incluir a prática esportiva no período da tarde e, com isso, ter mais tempo para buscar novos horizontes.

Conheça mais detalhes sobre as atividades que ofertamos e dê ao seu filho a oportunidade de experimentar e vivenciar novas possibilidades. Os benefícios não estão ligados somente à atividade escolhida em si, mas também se refletem no desempenho escolar, no relacionamento com os pais, amigos e professores e nas perspectivas para o futuro pessoal e profissional.

Dê ao seu filho a oportunidade de descobrir novos talentos e de explorar oportunidades cujas experiências serão levadas para toda a vida.

Gostou do artigo? Acesse nosso blog para mais conteúdos